Telemedicina

A maioria das Unidades Curriculares tem usado a MedUSP Digital como plataforma educacional

O novo currículo da graduação e as plataformas educacionais foram os temas da congregação temática de abril na Faculdade de Medicina (FM) da USP. Professores, alunos e convidados se reuniram para trocar experiências sobre as recém-criadas Unidades Curriculares, seus resultados no segundo semestre de 2015 e perspectivas para 2016. A performance e aplicabilidade das plataformas MedUSP Digital, Sislau e das ferramentas do Google Classroom foram apresentadas e debatidas. Também participou da discussão o gerente de educação da Google no Brasil, Alexandre Campos Silva.

A plataforma educacional MedUSP Digital, um IMS (Instructional Managemnent System) desenvolvido e gerenciado pela Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da FMUSP, foi a escolha de 80% das Unidades Curriculares. Estas UC contaram com o apoio das equipes da Telemedicina, que implementaram diversas inovações educacionais. Veja o depoimento de alguns professores:

Professora Maria Lucia Bueno Garcia – UC 21 (Discussão Integrada de Casos): “O uso da plataforma MedUSP Digital mudou a forma de educar da água para o vinho. A plataforma agiliza e facilita tanto o trabalho com grandes grupos quanto com pequenos e mantém uma dinâmica contínua. Disponibiliza material para aprendizado, como o Homem Virtual, ferramentas interativas, como os votadores de dúvidas, web conferência. As provas são digitais e as notas são obtidas imediatamente, com relatórios comparativos. E a MedUSP torna-se um espelho do aluno: por meio dela eu sei quando o aluno acessou os materiais educacionais, quantas horas estudou, quando inseriu o relatório, se colou, se tem problema social e até se está doente.”

Professor Luiz Fernando Ferraz da Silva – UC 3 (Princípios do Desenvolvimento das Doenças): “Usamos a MedUSP Digital, inclusive suas ferramentas de avaliação. Nossa próxima meta é utilizar a tecnologia da Sala de Microscopia Digital, para que o aluno acesse as lâminas disponibilizadas pela plataforma em atividades extraclasse na Patologia.”

Professora Patrícia Castelucci – UC 8 (Sistema Digestório/Nutricional): “Todos os materiais didáticos foram disponibilizados na MedUSP Digital: roteiros de estudos, perguntas orientadoras, vídeos. E esses materiais puderam ser acessados durante as aulas práticas em laboratório, inclusive durante a sessão de videoconferência entre o Instituto de Ciências Biomédicas da USP e o Serviço de Verificação de Óbitos da Capital. O aluno acessava o material educacional, ao mesmo tempo em que assistia uma autópsia ao vivo e fazia as dissecções”.

Professor Wilson Jacob Filho – UC 16 (Ciclos de Vida): “Tivemos uma ótima experiência: a equipe da Telemedicina entrevistou cinco idosos e editou diversos vídeos, cada um deles alternando os depoimentos desses idosos sobre determinados assuntos de sua vida, de uma maneira jornalística. Os vídeos ficaram emocionantes e sensibilizaram os alunos, que pararam tudo o que estavam fazendo para assisti-los por meio da MedUSP Digital.”

 

Acesse o áudio da reunião: