Pesquisa de doutorado visa ajudar profissionais de saúde e professores na identificação precoce de sinais de distúrbios da fala e linguagem em crianças

 

Sinais de alteração de fala e linguagem podem ser observados a partir de quatro meses de idade. Quanto mais precocemente forem percebidos esses sinais, mais rápida será a intervenção de um fonoaudiólogo, profissional que irá trabalhar para limitar os efeitos negativos dessas alterações.

A fonoaudióloga Ana Carolina Spinardi Panes está desenvolvendo, em seu doutorado, um modelo de check list para identificação, pelos profissionais de saúde e professores, das crianças com risco de desenvolver alterações de linguagem oral. Para alcançar esse objetivo, é necessário levantar informações sobre as atitudes que os profissionais adotam frente a essas crianças, ou àquelas que já apresentam indícios de alterações.

  Colabore com esta importante pesquisa! Responda a um breve questionário.

Se você é profissional de saúde, clique aqui para responder ao questionário

Se você é professor, clique aqui para responder ao questionário
 

Se você é pai, professor ou cuidador de crianças pequenas, fique atento aos sinais de alteração de linguagem descritos a seguir, de acordo com a idade da criança. Caso note a presença de algum deles, procure um fonoaudiólogo.

Sinal Idade
Não sorrir ou interagir com os outros Em todas as fases do desenvolvimento
Não balbuciar (tentativa de fala) Entre 4 e 7 meses
Fazer apenas alguns sons ou gestos, como apontar Entre 7 e 12 meses
Não entender o que os outros dizem Entre 7 meses e 2 anos
Dizer apenas algumas palavras Entre 1 ano e 1 ano e meio
Falar palavras de difícil compreensão Entre 1 ano e meio e 2 anos
Não juntar palavras para formar frases Entre 1 ano e meio e 3 anos
Ter problemas para brincar ou conversar com outras crianças Entre 2 e 3 anos

 

 

 

Comentários encerrados.