Telemedicina

Com crescente aumento de interesse, edição de 2016 registra 115 inscritos

Teve início no último dia 15 de abril o Curso de Pós-graduação em Telemedicina da Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da USP. No formato de Educação Híbrida, o curso envolve aula presencial interativa, salas digitais para reuniões, votador de dúvidas recorrentes e integração de métodos de reflexão individual e de Team-based learning.

Durante a aula presencial de abertura, foram apresentados os temas que serão debatidos até junho desse ano.  Estão entre eles: tecnologias emergentes para teleassistência e educação, políticas públicas de saúde com o uso de Telemedicina e Telessaúde, inovação em educação e saúde (objetos educacionais de aprendizagem, impressoras 3D, realidade virtual etc.).

Em um dos módulos do curso, serão discutidas questões de privacidade, sigilo e confidencialidade de dados digitais. Serão abordadas as responsabilidades de dirigentes de instituições de saúde que adotam soluções de uso aberto, em nuvem, que deveriam ser regidas por políticas de privacidade, bem como quais são as imprudências de pesquisadores que discutem e compartilham projetos de pesquisa usando essas mesmas soluções.